Apenas um beijo

19:55




-Beije-me-disse ele com tom de suplica como se sua vida dependesse disso.
-Não posso,se eu o fizer...-ela parou por um segundo ao lembrar quão amargo seria o resultado-se eu fizer as consequências serão sem volta.
-Eu sei quais as consequências,é por isso que te imploro,Beije-me!
-Não!Já disse que não posso.Alem do que pode acontecer,sabes que sou uma pessoa desprovida de sentimentos,sou uma alma fria que os enterrou em uma caixinha sem desenhar mapa de proposito,sou apenas um vazio com cara de humana...Meu beijo não é nem um pouco agradável.
-Não me importo.E eu?O que sou?Um ser que teve suas emoções arrancadas pelo mundo cruel que não entende nada que não seja explicito,que não enxerga as entrelinhas e que só acha bonito aquilo que entende!-enquanto falava lagrimas escorriam pelo seu rosto,lagrimas que por muito tempo eram suas únicas companhia.
-Bobo,tu pelo menos um dia teve o que sentir e eu que nem sei o sabor qual das lagrimas?
-Não tem gosto bom isso eu posso te garantir,e não vale apena mais sentir no mundo de hoje.
-Mas já ouvi falar que existe lagrimas de alegria e são doces e também ha sentimentos saborosos por ai...
-Mas também ha  algumas pessoas que nasceram apenas para provar os gostos ruins da vida, não é como alguns que só desfrutam os doces ou a maioria que prova dos agridoces.Agora chega dessa conversa sem sentido,me beije de uma vez!!
-Não é assim que funciona, você alem de estar pedindo algo inconcebível esta atrapalhando meu trabalho!
-Olha para ele,olha para esse pobre velho sem teto o que ele precisa eu não quero mas o que você o dará é tudo que sempre quis.Faremos assim,uma troca entre mim e ele.
-Agora esta louco!
-Te procurei por tanto tempo, não posso deixar escapar essa oportunidade.Apenas um beijo e nada mais
(silencio da parte dela)
-Tu dizes que é uma alma fria,e eu sou um humano congelado. Poderíamos fazer um par,um par para toda eternidade,ha regras contra isso?
-Acho muito provável que não.Sabe,agora não parece mais loucura sempre quis alguém para conversar,na verdade nunca tive ninguém.-falou ela agora tentada com a opção-Mas não,é perigoso!
-Eu também sempre fui solitário,por favor faz isso
Naquele instante ele lhe pareceu mais bonito,seus olhos verdes e cabelos castanhos,a barba rala e o olhar triste eram-lhe tentadores.
-Queres mesmo isso?
-Muito!
E sem mais nenhuma palavra ela o beijou calmamente,seus lábios frios se misturavam aos dele quentes e macios, molhados pelas sua lagrimas.Era o beijo da morte literalmente,pois aquela que o beijava era a própria,mas diferente do que a maioria descreve,ela tinha cabelos negros e faces doce e jovem com olhos azuis e lábios de um vermelho escuro.
Quando estavam no ápice do beijo ela o sentiu mole em seus braços,ele estava morto agora.Ela o olhou triste por um instante pensando que podia estar arrependida do feito,mas foi por pouco tempo pois logo ela sentiu uma mão fria   em seu ombro,era ele agora com um sorriso que havia guardado por muito tempo:
-Viu?Não foi tao ruim assim,alem de me fazer feliz,tu agora tens um amigo para eternidade sem falar que ainda gostou do beijo-ele tinha um sorriso malicioso nos lábios.
-Você é mesmo um bobo!
E assim se foram os dois vagar pela eternidade.Mas não julguem ele por sua escolha, não o chamem de louco,louco é o mundo e a sociedade que nada entende e reprime quem tenta entender -Sarah E.(esse é apenas um dos muitos contos com a morte como personagem que escrevo,pois como escritora romântica não a vejo com temor,resolvi dividir esse com vocês,eu sei que muitos não entenderao,mas para um estranha como eu faz todo sentido)

You Might Also Like

30 comentários

  1. acho que continuará a doer por muito tempo princesa, mas obrigada do coração.
    adorei!
    beijinhos <3

    ResponderExcluir
  2. Olá, bem venho aqui para não dar uma notícia tão boa...

    O Embalaço Artistic será deletado em alguns dias por motivos pessoais. Mas para vocês não ficarem na mão, o conteúdo deste blog foi parcealmente recolocado no Embalaço original.

    Assim peço que se você participava do Embalaço Artistic, que continue vendo meus posts agora no endereço abaixo:
    http://embalaco.blogspot.com/

    Desculpe o transtorno e espero vc por lá, please *-*

    ResponderExcluir
  3. Amei *-------------------------*
    Muito fofo, sério, amei D+
    Quero mais contos com a morte =DDDDD
    PS.: Sou estranha!

    ResponderExcluir
  4. obrigado (: também gostei do teu texto. Gosto dos diálogos e da forma em como organizas as falas (:

    beijinho *

    ResponderExcluir
  5. Sim, sim, sim!! Quero mais contos rsrsrs'
    ~me gusta~

    ResponderExcluir
  6. muitíssimo obrigada minha querida <3

    ResponderExcluir
  7. Não foi assustador, como alguns achariam, mas... triste. Vc é definitivamente uma escritora.
    É interessante como existem tantos tipos diferentes de escritores, igualmente bons.
    Eu por exemplo escreveria algo totalmente diferente com esse mesmo título.
    Eu amo seus contos!
    Bjs, Bia

    ResponderExcluir
  8. adorei (: sigo!
    este é o meu caso queiras seguir: http://goldendays2.blogspot.com/ (:

    ResponderExcluir
  9. gostei :)
    se quiseres, espreita o meu blog também. xD

    ResponderExcluir
  10. mas recordar os bons momentos só aumenta a dor :$

    ó obrigado , também gostei do teu , vou seguir (:

    ResponderExcluir
  11. Oi Sarah,
    Adorei o conto, mas não o relacionei apenas com a morte. Vc já assistiu "Blade Runner"? Um filme cult que tem trocentos admiradores e entre ele euzinha? Lá um humano (caçador de andróides) se apixona por uma andróide, é muito lindo! Algumas falas do conto me lembraram Blade Runner.
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  12. Ah eu adorei *--*
    Muito lindo! Não é algo que devemos temer, e além do mais é um conto ótimo!

    @wendyelmb
    http://tecido-doce.blogspot.com/
    http://cerejadeneve.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Nossa,que liiindo!! Ainda mais porque eu fui entendo o texto enquanto lia,e é muuito emocionante mesmo,não é apenas 'mais uma' história de amore! Ameei...\Õ/

    Beeijos amore!
    http://blogmymemories.tk

    ResponderExcluir
  14. Oi Sarah,
    Obrigada pelo selinho. Vc me fez muito feliz ao se lembrar do meu blog e selinho é sempre um carinho. Mas eu tenho um problema com selinhos, e para evitar confusões, coloquei uma explicação do lado direito do meu blog com o título "Sobre Selinhos (E Tags, etc)".
    Espero que vc entenda e que não fique magoada comigo. Se quiser repassar o meu selinho para outra pessoa, eu vou entender.
    Esteja certa que adorei ser lembrada e que adoro vc !
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  15. É um amor além da vida.
    Por falar em estranha (A palavras que está no final do texto) Eu fiz um texto em que o titulo é estranha também rs, quando eu publicar te aviso pra você ir lá ver :)
    Beijos

    palavras-e-sentimentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Muito obrigada querida !


    beijinhos*

    ResponderExcluir
  17. ain que lindo. não sei, relacionei mais com amor eterno do que com morte, você passou muito bem o sentimento de tristeza, dúvida e ainda assim ternura para esse conto. Amo seus textos =)

    beijos

    ResponderExcluir
  18. Nunca parei para idealizar a morte como um personagem, só qd eu lia A Menina que Roubava Livros. Mas Depois desse texto, imagino q se a morte for uma mulher, ela deve ser exageradamente sexy rs
    "nao vale mais a pena sentir no mundo de hoje" - gostei da frase.

    ResponderExcluir
  19. Hola Sarah tus letras son hermosas,
    que tengas buena semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  20. Adorei o design daqui que bonitinho *-*

    http://portifoliodasletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. exactamente , o problema é a perfeição nao existir , pelo menos até agora , ainda não houve nngm que me fizesse mudar de opinião :$

    obrigada querida , bjs*

    ResponderExcluir
  22. oh fofinhaaaaaaaaaaa, obrigada igualmente :)))))))))))))))))))))

    ResponderExcluir